Clube de assinatura: saiba como anda o mercado para essa área em 2019

Clube de assinatura: saiba como anda o mercado para essa área em 2019

por Fernando Henrique em Clube de Assinaturas 24/05/2019 09:30:48



Os clubes de assinatura—o modo de comprar produtos através de uma caixa mensal (ou semanal, em alguns casos) que chega à sua casa—continua a mudar e a crescer. De acordo com informações da Folha de S. Paulo, o setor já movimenta R$ 1 bilhão no país, uma pequena fração do tamanho desse mercado nos EUA (cerca de R$ 40 bilhões).

Além disso, o mercado brasileiro para esse tipo de serviço de assinatura só tem crescido—cerca de 167% entre 2014 e 2018, segunda a Abcom—e já conta com quase mil empresas no segmento.

Esses números representam o cenário pregresso dos clubes de assinatura, mas não mostram o cenário deste mercado para 2019. É justamente disto que trata o artigo a seguir, em que discutiremos como o promissor setor de clubes de assinaturas deve se comportar durante este ano.

Como vai estar o mercado em 2019?

O mercado global e nacional de clubes de assinatura ainda está crescendo substancialmente, mas a uma taxa menor do que no passado recente. Enquanto no Brasil, o crescimento projetado para 2019 é de cerca de 7,5%, no mundo inteiro o mercado deve crescer em torno de 15%, segundo a Forbes.

Um dos aspectos mais interessantes do negócio de assinaturas hoje é como os principais players do setor ainda estão se consolidando. Apesar de um mercado global crescente, a maioria dos principais sites de clubes assinatura teve menos visitantes em 2018 do que em abril de 2017.

Isso nos diz que a liderança no mercado ainda está em jogo. Os consumidores de clubes de assinatura não estão atuando em padrões tradicionais de fidelidade, o que significa que novos negócios ainda podem emergir em 2019 e comandar o mercado a longo prazo.

O que as pessoas estão comprando?

Os produtos de beleza e alimentos respondem por mais de 60% dos clientes no negócio de clubes de assinatura e são acompanhados de perto por opções de cultura, como assinaturas de livros, e clubes para pets.

Parece provável que essas categorias mudem com o tempo. A beleza está experimentando um crescimento explosivo no Brasil, com marcas jovens e novas liderando o crescimento e consumidores precisando descobrir sobre elas.

Uma vez que o crescimento desacelere, é provável que haja menos experimentação e isso pode ter implicações para assinaturas de clubes de beleza. Em contrapartida, a tendência de crescimento mais forte para 2019 é a de clubes de assinatura para crianças, o que faz todo o sentido em um contexto em que os millenials estão tendo filhos e veem nos clubes de assinaturas boas opções para comprar brinquedos e roupas.

Qual é o futuro do negócio?

Os clubes de assinatura ainda são mais instáveis do que a maioria dos outros canais de varejo. As posições de liderança na maioria dos segmentos de assinatura ainda não estão estabelecidas e as taxas de crescimento nos setores podem variar bastante, tanto para cima quanto para baixo.

Estamos vendo um enorme interesse em criar clubes de assinatura, tanto da parte de empresas autônomas quanto de setores de empresas de varejo existentes. Novos tipos de negócios de assinaturas também estão sendo desenvolvidos, como aluguel mensal de roupas e assinaturas focadas em negócios.

O negócio ainda está sendo inventado e continua a ter um potencial ilimitado para influenciar como os consumidores compram em 2019. Se você deseja fazer parte desse mercado, conheça a nossa plataforma especialmente desenvolvida para fazer o seu negócio de clube de assinatura desabrochar!

Acesse: www.assinestore.com.br

Comente

Fique por dentro

Novos posts

Saiba como os clubes de assinatura estão impactando os e-commerces
Quais são os maiores clubes de assinatura do mundo?
Por que eu preciso conhecer meu público antes de montar um clube de assinatura?
5 clubes de assinaturas para crianças que você precisa conhecer

Social

Mais buscados